O quadro é um retrato da escritora e programadora de arte britânica Fiona Bradley, descrito pela leiloeira Christie’s como “uma homenagem magnífica à amizade” da pintora com atual diretora do museu The Fruitmarket Gallery, em Edimburgo.

Executado em 1997, o ano em que Bradley co-programou uma retrospetiva de Rego no museu Tate Liverpool, o retrato é um dos poucos produzidos pela artista portuguesa, a par dos retratos da escritora Germaine Greer e do dramaturgo David Hare.

Paula Rego é também a autora do retrato oficial do Presidente da República Jorge Sampaio.

A obra estava avaliada em entre 250.000 e 350.000 libras (293.000 e 410.000 euros).

No mesmo leilão foram vendidos várias outras obras acima das estimativas, como “Why it Hurts the Lungs”, de Jean-Michel Basquiat, por 8.227.750 libras (9.745.000 euros), “Audition”, de Hurvin Anderson, por 7.369.000 libras (8.728.000 euros), e “Guest House Garden”, de David Hockney, por 5.800.000 libras (6.870.000 euros).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.