com o apoio MEO
Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui

Rock in Rio Lisboa aguarda fim do estado de emergência para "tomar qualquer decisão definitiva"

Este artigo tem mais de um ano
Numa mensagem em vídeo, partilhada nas redes sociais do festival, a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, explicou que aguarda o fim do estado de emergência para "tomar qualquer decisão definitiva".

Num vídeo com quase dois minutos, Roberta Medina agradece a quem está em casa, mas também "a quem não deixa a vida parar", numa referência aos que, por condição da sua profissão, saem para trabalhar.

"Muita gente tem perguntado sobre o Rock in Rio", refere antes de explicar que a montagem da Cidade do Rock, que já tinha começado, foi interrompida.

"Vamos aguardar o fim do estado de emergência para tomar qualquer decisão definitiva (...) são muitos cenários possíveis", diz sem fazer referência a quais.

Roberta Medina diz ainda que o festival está acompanhar "todos os desenvolvimentos e indicações das autoridades", não só em Portugal mas também dos países de origem dos artistas em cartaz.

A mensagem termina com o desejo "de que o verão seja de muita música e muita festa". "Uma coisa é certa, não vamos parar de sorrir, sonhar e de fazer acontecer", promete Roberta Medina.

O vídeo é partilhada um dia depois do adiamento da digressão de Camila Cabello, que obrigou ao cancelamento do concerto no Rock in Rio Lisboa, a 20 de junho.

Na sequência dessa notícia, ao SAPO24, a organização assumiu em estar a estudar soluções alternativas para a edição deste ano.

O Rock in Rio Lisboa 2020 está agendado para os dias 20, 21, 27 e 28 de junho. Do cartaz fazem parte artistas como The Black Eyed Peas, Duran Duran, Anitta, Foo Fighters e Post Malone.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 2 de abril.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.

Veja também

 
 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.
mookie1 gd1.mookie1