Tendo já estado no Parque das Nações este ano, tocando debaixo da pala do Pavilhão de Portugal no dia 19 de julho, no palco EDP, os The Vaccines voltam para subir ao palco uns metros ao lado, na Altice Arena. É na sala lisboeta que o quinteto londrino volta a mostrar os temas do novíssimo "Combat Sports", o seu quarto álbum, lançado em março.

Formados em 2010, os The Vaccines tomaram a cena Indie Rock britânica de assalto em 2011 com o inesperado "What Did You Expect from The Vaccines?", tendo sido o mais bem-sucedido álbum de estreia desse ano no Reino Unido. Desde então, Justin Hayward-Young, Freddie Cowan e Árni Árnason, os membros fundadores (a que se juntaram Timothy Lanham e Yoann Intonti), têm mantido um ritmo de lançamentos constante, tal como a sua vinda continuada aos palcos nacionais.

O primeiro single de "Combat Sports" tem Justin Hayward-Young a cantar "I Can't Quit". A canção é sobre a incapacidade humana em quebrar ciclos viciosos, mas bem podia ser sobre Portugal, já que a banda não se cansa de nos visitar. Oitava comparência no país, esta será a primeira fora do circuito dos festivais de verão onde têm sido presença assídua.

A banda que os convida, os Imagine Dragons, também não é alheia aos palcos portugueses, tendo-se estreado no Coliseu dos Recreios em 2013, somando-se duas vindas ao Alive, em 2014 e 2017. O conjunto de Las Vegas, liderado por Dan Reynolds, teve uma ascensão meteórica desde o lançamento do EP "It's Time", em 2011. Desde então seguiram-se três álbuns multiplatinados, o último dos quais, Evolve, foi lançado em junho do ano passado, cujo principal single, "Thunder", conta com mais de 800 milhões de visualizações no YouTube.

No seu percurso contam-se várias distinções e consagrações, a mais importante das quais será porventura o Grammy obtido na categoria de Best Rock Performance com o tema "Radioactive", que certamente ecoará nas paredes da Altice Arena no dia 4 de setembro.

Os bilhetes para este espetáculo já estão à venda, custando 59€ para o Golden Circle e 45€ para a Plateia em pé. Nos patamares superiores, os ingressos custam 55€ no 1º Balcão e 36€ no 2º. Para a zona de Mobilidade Condicionada, o bilhete fica a 36€.

A abertura de portas do concerto está marcada para as 19h00, com o início do espetáculo a dar-se às 20h30

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.