“O festival é também uma homenagem à história de Malpica. Todos sabemos a relação que Zeca Afonso teve com Malpica do Tejo e as canções que ali foi buscar”, refere, em comunicado, o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia.

A 5.ª edição do Festival José Afonso realiza-se este ano no primeiro sábado após o 1º de Maio, uma alteração que, segundo a autarquia de Castelo Branco, tem como objetivo atrair mais gente de vários pontos do país e também de Espanha.

O evento, que tem lugar no Jardim do Olival, à entrada de Malpica do Tejo, nasceu como uma homenagem à Música de Zeca Afonso e, acima de tudo, para assinalar a sua passagem por esta localidade do concelho de Castelo Branco nos anos 1960, onde recolheu inúmeras peças e repertório do cancioneiro da Beira Baixa, como o tema Maria Faia, que eternizou.

Este ano, de Espanha, surgem Ana Andaluz Caballero e Jaime Lafuente, que se vão juntar às dezenas de músicos portugueses que ao longo do dia irão passar pelo palco a homenagear Zeca Afonso.

O festival é organizado pela Câmara de Castelo Branco, junta de freguesia de Malpica do Tejo e Associação José Afonso.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.