A quarta cimeira bilateral entre os dois países "atestou, uma vez mais, a excelência das relações políticas e de cooperação entre os dois países, e a importância desta parceria estratégica, abrangente e diversificada", acordaram os executivos liderados por António Costa e Ulisses Correia e Silva na declaração conjunta que se seguiu à reunião de hoje.

A cimeira decorreu sob o mote "Crescimento Sustentável em Segurança" e nela foi assinado o Programa Estratégico de Cooperação (PEC) para 2017-2021, além de 12 outros instrumentos bilaterais.

No que refere ao PEC, ao abrigo do qual Portugal disponibilizará 120 milhões de euros a Cabo Verde, este "pretende conjugar esforços com o objetivo de continuar a promover a eficácia e a maximização de resultados de cooperação bilateral" entre ambos os países.

Foram assinados também, por exemplo, um programa-quadro de cooperação no domínio da defesa, um protocolo para o programa de cooperação técnico-policial e vários acordos em matéria de Educação e bolsas de estudo.

Portugal e Cabo Verde sublinharam ainda o "desejo de reforçar o quadro de cooperação bilateral no domínio económico", nomeadamente em áreas como o turismo, a economia marítima e a energia, e os países abordaram também a agenda internacional, elogiando a eleição de António Guterres para secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e sinalizando os "desafios colocados pelo ‘brexit'".

Portugal esteve representado na cimeira não só pelo primeiro-ministro, mas também pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, pela ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, pelo ministro da Defesa, Azeredo Lopes, e pelo ministro do Ambiente, João Matos Fernandes.

Antes da cimeira, que decorreu no Ministério dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, António Costa foi recebido pelo primeiro-ministro do país africano, Ulisses Correia e Silva, no palácio do Governo, também na cidade da Praia.

A quinta cimeira bilateral entre os dois países acontecerá em 2019 em Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.