Confrontos entre jovens encapuzados e a polícia registaram-se hoje à tarde em Paris, duramente o desfile das comemorações do 1º de Maio, tendo, pelo menos, três polícias antimotim ficado feridos, um deles com gravidade.

De acordo com as autoridades francesas, alguns manifestantes atiraram petardos e cocktails Molotov contra a polícia, que respondeu com gás lacrimogéneo.

De acordo com o Le Monde, os incidentes foram causados por um grupo de cerca de 150 encapuzados, denominados por black bloc, que se infiltraram na marcha das centrais sindicais. A manifestação, liderada por quatro sindicatos, parou por várias vezes e fica ainda marcada por vários cenários de destruição.

Os quatros sindicatos organizadores do desfile do 1º de Maio não conseguiram este ano repetir a união sindical que promoveram em 2002. Na altura para evitar que Jean-Marie Le Pen, candidato da Frente Nacional que disputada a segunda volta com o conservador Jacques Chirac, chegasse à presidência.

Recorde-se que França está a a seis dias da segunda volta das eleições presidenciais, a 7 de maio. O independente Emmanuel Macron venceu a primeira volta com 24,01% dos votos, e vai defrontar, na segunda volta, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, que conseguiu 21,30% dos votos.

[Notícia atualizada às 16h06 com o número de polícias feridos]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.