Até terça-feira, cerca de 46 mil alunos do secundário inscritos, segundo o Júri Nacional de Exames, vão tentar melhorar as notas conseguidas na primeira fase, em que as médias desceram na maioria das disciplinas em comparação com o ano anterior.

Para os estudantes do 11.º ano, essa oportunidade começa já hoje com as provas de Físico-Química A, Literatura Portuguesa, Economia A e Latim A e continua na quinta-feira com as disciplinas de História da Cultura e das Artes e Geografia A.

Os primeiros exames do 12.º também se realizam na quinta-feira, que será dedicado às disciplinas de Português (incluindo Língua Segunda e Língua Não Materna).

Na sexta-feira é a vez de os alunos serem testados a História B, Geometria Descritiva A, Desenho A, História A e Biologia e Geologia e as provas continuam depois na segunda-feira com as três disciplinas de matemática (A, B e MACS) e Filosofia, e termina dia 07 de setembro com as avaliações de línguas.

As médias nos exames nacionais realizados na primeira fase desceram em quase todas as disciplinas, num ano em que o grau de dificuldade das provas aumentou ligeiramente, mas só Física e Química ficou abaixo do 10, com uma queda de mais de três valores.

Nas quatro principais disciplinas, só Português com 34.318 provas realizadas manteve a média de 12 valores registada no ano anterior e, além de Física e Química, também a Matemática A os resultados pioraram em mais de três valores.

Este ano, as provas finais do secundário servem apenas para melhoria da classificação interna ou ingresso no ensino superior, mas, apesar dos piores resultados, o concurso nacional de acesso ao ensino superior registou um número recorde de candidatos: 63.878 na primeira fase, o maior número desde 1996.

Os estudantes que agora repetirem os exames só vão poder utilizar essa nota na candidatura à segunda fase do concurso nacional de acesso, que decorre entre 27 de setembro e 08 de outubro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.