A notícia marcou o dia de ontem. Primeiro, soube-se que um avião da EgyptAir tinha sido sequestrado e, depois de vários desenvolvimentos, o desfecho da situação revelou um caso insólito: o suposto pirata do ar Seif Eldin Mustafa sequestrou o avião, usando um colete de explosivos falso, porque queria entregar uma carta à ex-mulher que estava no Chipre. 

Dos 55 passageiros a bordo, houve quem tivesse tentado enfrentar o medo com... uma selfie. Foi o que fez Ben Innes. “Comecei a concentrar-me no vento, tentando enfrentar aquela adversidade com alegria. Cheguei à conclusão que se a bomba fosse verdadeira, não teria nada a perder. Então, arrisquei aproximar-me”, contou o britânico de 26 anos ao Sun.

“Pedi a um dos comissários de bordo que lhe perguntasse se poderia tirar uma selfie com ele (com Seif). Ele respondeu ‘OK’, então aproximei-me e sorri para câmara, enquanto uma comissária tirava a fotografia. É de certeza a melhor selfie de sempre”, descreveu Innes, que partilhou a imagem na rede social Snapchat.

O sequestrador egípcio tinha deixado sair a maioria dos 55 passageiros após a aterragem em Chipre, mantendo no aparelho, um Airbus A-320, sete pessoas: o comandante, o co-piloto, uma hospedeira, um segurança da companhia aérea e três passageiros, entre eles Ben Innes. O sequestro terminou com a libertação de todos os reféns e com a detenção de Seif Eldin Mustafa.

A selfie de Innes com Seif já está a ser alvo de piadas na internet.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.