O ministro da Economia e vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel, informou este domingo, 28 de agosto, que as conversações para o acordo comercial entre os EUA e a União Europeia falharam. O Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) visa, como o nome indica, o livre comércio e investimento entre os dois blocos económicos.

"As negociações com os EUA falharam, de fato, porque nós, europeus, não quisemos submeter-nos às exigências americanas", disse o responsável alemão em entrevista à televisão ZDF. O vice-chanceler foi citado pela Reuters que teve acesso às transcrições desta entrevista, que será transmitida hoje.

Os EUA e a União Europeia estavam a negociar este acordo há três anos e ambas as partes tinham o objetivo de concluir as negociações este ano, sendo que divergem em várias matérias de peso, como a agricultura, escreve a agência.

O primeiro estudo de impacto do TTIP na economia portuguesa, de 2014, encomendado pelo Governo de Passos Coelho ao britânico CEPR, estimava um aumento entre 0,57% e 0,76% do PIB português no longo prazo. Um segundo parecer, de maio de 2016, da consultora Ecorys, apontava para um estímulo de 0,4% do PIB até 2030 com a implementação do acordo, escrevia, à data, o Jornal de Negócios.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.