Segundo o capitão do porto da Horta, na ilha do Faial, Rafael da Silva, estão desaparecidos dois dos cinco ocupantes da embarcação de recreio. Três dos ocupantes foram resgatados com vida, ainda no domingo, enquanto dois dos tripulantes, com idades compreendidas entre 40 e os 50 anos, continuam desaparecidos no mar.

O alerta foi dado às 20:00 locais (mais uma hora em Lisboa), quando a embarcação, que fazia a travessia entre as duas ilhas, se terá virado a seis milhas do porto da Calheta, em São Jorge.

Rafael da Silva adiantou que as buscas foram suspensas à meia-noite e retomadas esta manhã com auxílio de um avião C295 da Força Aérea, uma embarcação da Estação Salva-vidas da Horta, bem como meios disponibilizados pela Polícia Marítima, dos Bombeiros voluntários da Calheta e dos Bombeiros Voluntários de São Roque do Pico.

As causas do acidente estão ainda por apurar, tendo já sido aberto um inquérito, referiu o responsável.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.