Pelo menos uma pessoa ficou ferida e foi transferida para um hospital.

"A informação inicial que temos (...) é que ele tem armas de fogo e granadas. Já existe uma pessoa que foi baleada e levada para o hospital", disse aos jornalistas, segundo a agência noticiosa AFP, o autarca do distrito, Francis Zamora.

O autarca acrescentou que cerca de 30 pessoas devem estar no segundo andar das instalações, local onde se encontra o suspeito armado.

Um funcionário do centro comercial, que não quis ser identificado, disse à agência noticiosa espanhola Efe, ter ouvido tiros por volta das 11:00 (03:00 horas em Lisboa)

De acordo com os primeiros relatórios policiais, o suspeito é um ex-funcionário de segurança do centro comercial, identificado como Archie Parai, de 41 anos, e que se encontra na posse de armas de fogo e explosivos.

O suspeito disse em videoconferência à polícia e aos jornalistas que queria denunciar as demissões "injustas" dele e de outros funcionários e exigiu que todos fossem readmitidos.

Segundo a Efe, pelo menos 10 policias e membros das forças especiais especialmente equipadas estão localizados em cada via de acesso do centro comercial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.