No início do estado de emergência em Portugal, houve um pico de criatividade e de iniciativas dentro da comunidade das startups e do setor privado com o objetivo de manter um padrão de trabalho consistente, enquanto se ajustava a transição para o trabalho remoto — alguns exemplos aqui e aqui.

A liberdade de trabalhar a partir de casa durante a COVID-19 pode ter sido uma descoberta para algumas pessoas, permitindo-lhes moldar a vida à sua maneira. Para alguns, possibilitou começar cedo e terminar às quatro da tarde, a outros deu a oportunidade de fazer pausas de almoço mais longas porque o projeto está adiantado, ou de passar mais 15 minutos com os filhos e entes queridos, que também estariam a ajustar-se a esta pandemia.

Para ajudar a manter esta nova vida profissional trazida pela COVID-19, sobretudo para aqueles que ainda trabalham em casa, importa contextualizar o tema.

O equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal refere-se à forma como um indivíduo distribui o seu tempo entre o trabalho e o resto da sua vida, nomeadamente a família, os amigos, os interesses pessoais, e assim por diante. Uma luta que já existia em momentos menos conturbados. Um estudo europeu de 2016 revelou que um terço dos trabalhadores trabalha com prazos muito apertados e que perto de um em cada cinco (22%) se sente compelido a trabalhar durante o tempo livre de modo a cumprir as exigências das suas funções. Ainda, um inquérito do Eurobarómetro de 2018 concluiu que acordos de trabalho flexível não estão disponíveis para um em cada três trabalhadores com menos de 65 anos.

Para ajudar a construir um melhor equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal, e a adaptar-se ao formato de trabalho à distância, aqui ficam algumas dicas que pode pôr em prática durante estes tempos — e mesmo no futuro, numa época pós-COVID-19.

1. Gerir bem o tempo é fundamental

Se quiser continuar a cumprir prazos e a trabalhar a partir de casa, gerir eficazmente o tempo é essencial. Organize e priorize tarefas-chave com uma lista de tarefas — na gíria, conhecida por to-do list. Isso vai ajudar a evitar perder o foco e também a trazer mais estrutura ao seu dia. Pode ainda ter uma lista de tarefas mais pequenas que intercala com as outras e encaixa durante o dia, se surgir a oportunidade.

Uma boa forma de controlar a quantidade de tempo que usa para cada tarefa é criar um sistema de monitorização (ou tracking) das atividades. Isto é benéfico para si, porque perceciona quando está a ser mais produtivo, o que o ajuda a entender em que partes do dia deve encaixar as tarefas mais complexas de forma a completá-las de forma mais eficiente, mas também permite que o seu chefe saiba como está a organizar o seu tempo.

2. Manter uma rotina

Um horário cria limites para definir o dia de trabalho. Não tem de ser horário de expediente, mas, se não tiver cuidado, vai estar a pensar em trabalho 24 horas por dia. Isso é de evitar. Pode manter a rotina de trabalho das 9h às 18h, se for mais confortável, mas também pode experimentar o que funciona melhor para si e em sua casa. Se tem flexibilidade para adequar o horário ao seu estilo de vida, não hesite.

Um exemplo é ter todo o trabalho mais “administrativo” concluído até ao final da manhã, em seguida tomar um café e sair por 30 minutos para apanhar um pouco de sol e ar fresco. Isto deixa tempo suficiente à tarde para preparar as reuniões, muitas delas por Zoom hoje em dia — ou como na Startup Portugal fazemos com as nossas reuniões do One Stop Shop, que ocorrem antes do final do dia de trabalho.

3. Maximizar o tempo no exterior

Além dos óbvios benefícios para a saúde física, vários estudos mostram que o exercício melhora o ânimo e ajuda a combater os sintomas de depressão e ansiedade. Tire algum tempo todos os dias para fazer exercício físico ou sair para desfrutar da natureza, sempre praticando o distanciamento social e de preferência usando uma máscara. Desde o estado de emergência, estar ao ar livre é um luxo e um recurso ao qual agora damos mais valor.

4. Aprender a desligar

É difícil não ficarmos tentados a terminar aquele último e-mail mesmo à noitinha. No entanto, é importante separar o dia de trabalho do resto, quando se está a trabalhar em casa. Há maneiras simples de o fazer.

Se costuma sair num horário definido e mover-se do trabalho para casa, agora precisa de encontrar um ritual parecido. Porque não usar o jantar como ponto de corte natural? Isto permite-lhe desligar e fazer com que haja a transição para a vida pessoal. Também pode esconder os dispositivos tecnológicos que usa para trabalhar. Se não conseguir ver o seu portátil, é menos provável que o abra e envie aquele último e-mail que pode ser enviado na manhã seguinte. Em alternativa, uma opção menos drástica pode ser simplesmente desligar as notificações dos dispositivos — os resultados são quase os mesmos. Outras alternativas podem ser agendar um encontro social ou participar num webinar [aulas online em vídeo], todos estes processos podem ajudar “a desligar o chip” do trabalho para o resto do dia.

5. Criar um espaço de trabalho específico

Este é provavelmente o fator mais importante e, sendo realistas, pode ser também o mais óbvio na criação de uma vida profissional equilibrada. Entrarmos numa sala diferente e fecharmos a porta ajuda a separar fisicamente a vida doméstica da profissional. Se não tem espaço extra, não se preocupe, só precisa de ser um pouco mais criativo. Uma sugestão pode ser usar uma extremidade do seu sofá para trabalhar e o lado oposto para relaxar. Não é uma mudança drástica, mas pode ajudar. Confie em nós: já experimentámos. Resulta.

Não vamos fazer do equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal um quebra-cabeças, mas sim encontrar soluções práticas enquanto podemos. Se agora ainda estamos numa altura de experimentar e cometer erros, à medida que o tempo passa iremos aperfeiçoando esta cultura de trabalho trazida até nós pela COVID-19.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

No seguimento da propagação da pandemia do novo coronavírus, muitas empresas tiveram que tomar medidas relativamente à forma como iriam passar a operar. O trabalho remoto passou a ser uma realidade e a organização à distância tornou-se num desafio para muitas empresas do nosso país. Neste contexto, a Startup Portugal une-se ao SAPO24 e ao The Next Big Idea numa parceria em que, através de uma série de artigos, procurará dar o seu contributo para ajudar as empresas, startups e empreendedores neste período desafiante.