Rui Costa afirmou à agência Lusa que o evento, no distrito de Lisboa, conta este ano com um orçamento de 200 mil euros, acima da edição de 2018, e deverá atrair 40 mil visitantes ao Parque Temático do Natal, estando esgotados os bilhetes para grupos.

Entre as novidades do programa destaca-se uma instalação animada na encosta da vila a contar a história do tradicional presépio, que foi montado há 51 anos, após as cheias de 1967, que provocaram danos na vila e quase 50 mortos no concelho.

A montagem do presépio na encosta de Alenquer levou à denominação de ‘vila presépio’, tendo em conta a imponência das figuras, que chegam aos seis metros de altura.

No Parque Temático vai existir pela primeira vez uma tenda de circo, teatro e carrosséis, além das atividades habituais: pista e rampa de gelo, Quinta do Pai Natal com jogos tradicionais, exposição de presépios, mercado de Natal, insufláveis e pinturas faciais, jogos, Fábrica e Casa do Pai Natal, projeção de um filme sobre a história do presépio, entre outras diversões para as crianças.

As entradas custam três euros.

O programa arranca no sábado com a iluminação do presépio monumental e um espetáculo piromusical.

Do programa constam também visitas guiadas ao presépio e um concurso de presépios, incentivando comerciantes, residentes e instituições a decorar janelas, montras ou jardins com presépios.

O programa termina na madrugada de 05 para 06 de janeiro de 2020 com o roteiro pela tradição do “Pintar e Cantar dos Reis”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.