Segundo o boletim polínico para a semana de 30 de março a 05 de abril, da responsabilidade da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), será a região do Algarve a ter níveis muito elevados de pólenes na atmosfera, nomeadamente de pinheiro, carvalhos e plátanos e das ervas urtiga e tanchagem.

Nas regiões de Trás-os-Montes e do Minho, as concentrações não serão muito elevadas (moderadas em Trás-os-Montes e baixos no Minho), o mesmo acontecendo na Madeira e nos Açores (baixas), com o restante a país a ter concentrações elevadas de pólenes.

Será assim de Castelo Branco a Coimbra, de Lisboa a Évora, a predominarem os pólenes dos pinheiros e dos carvalhos (substituídos pela azinheira no Alentejo), mas também nalguns casos dos ciprestes e dos plátanos. Nas ervas são as urtigas as principais causadoras das concentrações de pólenes

As concentrações de pólenes podem provocar doenças alérgicas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.