O cenário mais provável colocado pelos cientistas é o de ter havido uma colonização natural "há cerca de 11.400 a 18.300 anos", numa altura em que "os níveis do mar estavam muito baixos e os elefantes podiam migrar entre as ilhas de Sonda", o arquipélago a que pertence o Bornéu.

"Não podemos excluir cenários mais complexos, mas uma introdução histórica humana parece ser improvável, tal como uma chegada muito antiga", afirmou Reeta Sharma, coautora do artigo e investigadora do Instituto.

A equipa chama ainda a atenção para as ameaças aos elefantes, "com menos de 2.000 indivíduos que sobrevivem num ambiente cada vez mais fragmentado, e com notícias regulares de envenenamento ou mortes de elefantes do Bornéu".

Para descobrir a origem dos elefantes do Bornéu, a equipa usou análise de dados genéticos e modelos criados por computador para reconstituir a evolução demográfica dos animais.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.