O Ministério Público pedia dois anos de prisão para o antigo internacional espanhol, que se notabilizou no Liverpool, Real Madrid e Bayern Munique, e que ainda representou no início de carreira a Real Sociedad e o Eibar.

O jogador foi hoje notificado da sentença, a que a agência EFE teve acesso, na qual é ilibado de responsabilidade penal em relação ao que era acusado, juntamente com o seu assessor fiscal e um administrador de uma sociedade sediada na Madeira, a que Alonso cedeu alegadamente os direitos de imagem, em 2009.

A sentença é passível de recurso para o Supremo Tribunal de Justiça de Madrid.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.