“Resolvi que estava na altura de avançar e aceitei o convite. Agora estou a formar a minha equipa para fazer tudo por tudo para ganhar a câmara no dia 01 de outubro”, afirmou à agência Lusa António Reis, militante do PSD.

O candidato social democrata à única autarquia da Graciosa, nos Açores, tem 38 anos, é bancário, já foi líder da Juventude Social Democrata na ilha e durante um mandato membro na Assembleia Municipal.

O cabeça de lista adiantou que foi o “empenho que sempre teve nas causas públicas” que o fez avançar para uma candidatura, a que acresce o facto de sentir que, “infelizmente, a ilha Graciosa está um pouco esquecida” no contexto regional.

“O combate à desertificação humana é, sem dúvida, o pilar principal de todos os projetos que me vou comprometer a realizar no próximo mandato”, referiu António Reis.

Para o candidato, este problema faz com que tudo o resto deixe de funcionar, nomeadamente o tecido empresarial, “que fica cada vez mais fraco e há cada vez menos empregos”.

António Reis defende ser necessário implementar políticas que contribuam para fixar pessoas, principalmente os jovens, e melhorar a condições de vida dos menos jovens, numa ilha com cerca de 4.400 habitantes.

Atualmente a Câmara de Santa Cruz da Graciosa é presidida pelo PS, que tem três mandatos. O PSD elegeu dois vereadores nas eleições autárquicas de 2013.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.