“Desde 2015, a União Europeia já disponibilizou 27,6 milhões de euros de apoio à Ecomib”, disse à Lusa fonte da União Europeia.

A União Africana felicitou na sexta-feira a União Europeia pelo seu apoio à Ecomib e por ter manifestado disponibilidade para o continuar a fazer até agosto de 2019 e pediu à comunidade internacional para manter o apoio financeiro das operações daquela força de interposição.

A Ecomib foi autorizada a 26 de abril de 2012 pela CEDEAO na sequência do golpe de Estado de 12 de abril do mesmo ano.

A força de interposição tinha um efetivo autorizado de mais de 500 elementos, provenientes do Senegal, Togo, Burkina-Faso e Nigéria, mas a sua presença tem vindo a ser reduzida.

O objetivo da força de interposição é promover a paz e a estabilidade na Guiné-Bissau com base no direito internacional, na carta das Nações Unidas, do tratado da CEDEAO e no protocolo sobre prevenção de conflitos daquela organização.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.