O regresso das aves aos céus de Avintes põem o zoo a funcionar em pleno: o Túnel dos Leões Asiáticos, uma infraestrutura em vidro que rasga o habitat destes felinos e permite observá-los de perto, o Reptilário, que conta com mais de meia centena de espécies de répteis e anfíbios e a Casa dos Animais Noturnos, na qual se podem observar insetos, aranhas, petauros, entre outros animais.

“Voltar a realizar estas atividades é fulcral para que os nossos visitantes possam compreender o melhor possível, qual o papel de cada animal na natureza e o seu comportamento em ambiente selvagem. No Zoo Santo Inácio fazemos questão de preservar o comportamento instintivo de cada habitante e de o mostrar a todos aqueles que queiram conhecer cada uma das 200 espécies que vivem o parque”, explica Teresa Guedes, diretora do Zoo Santo Inácio, num comunicado desta sexta-feira.

A Demonstração de Vida Selvagem realiza-se todos os dias pelas 11:30, já a Demonstração das Aves de Rapina ocorre diariamente às 16:00. O Zoo Santo Inácio alberga cerca de 600 animais de 200 espécies, tendo já favorecido o nascimento de mais de 150 crias integradas nos programas de preservação de espécies ameaçadas de extinção.

Numa nota, o espaço destaca que estão distribuídos, ao longo de todo o parque, dispensadores de solução hidroalcoólica para desinfeção das mãos, sendo obrigatório o uso de máscara em todos os espaços fechados. O Zoo Santo Inácio conta com mais de 15 hectares ao ar livre que podem ser visitados, todos os dias, das 10:00 às 19:00.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.