A fonte adiantou que, apesar do encerramento do balcão, os funcionários da empresa continuam a trabalhar no escritório.

"Os ladrões levaram tudo, incluindo os computadores e os telefones. O caso foi denunciado à polícia", explicou fonte da TAP em Caracas.

O roubo teve lugar no rés-do-chão do edifício Canaima, em Chacaíto, no leste de Caracas, onde se situam também, embora noutro piso, os escritórios de atendimento ao público.

Na porta, além da indicação que estava encerrado e do horário de funcionamento, lia-se um aviso, em idioma castelhano, com quatro números telefónicos da TAP no Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Caracas, 20 quilómetros a norte da capital.

"Por motivos alheios à nossa vontade, agradecemos comunicar-se com os nossos escritórios no aeroporto”, lê-se no cartaz, que disponibiliza os respetivos números de telefone.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população sobre a alta insegurança no país, situação que as pessoas dizem ter a perceção de que terá aumentado nos últimos tempos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.