O porta-voz do governo local, Ataullah Jogyani, anunciou o balanço de 68 mortos e 165 feridos. Número superior ao inicialmente divulgado, que dava conta de 32 mortos e 128 feridos.

Na terça-feira, um homem fez-se explodir durante um protesto numa localidade a 70 km da cidade de Jalalabad.

Este foi o atentado mais violento no Afeganistão desde o início do ano, cujos hospitais de Rodat e Ghani Jel, no distrito de Jallabad, ficaram rapidamente cheios devido ao número de feridos.

Nenhum grupo reivindicou até o momento o atentado, que aconteceu numa região com forte presença de membros do autoproclamado Estado Islâmico e talibãs.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.