Logo após o discurso de Putin, transmitido esta manhã na televisão, a moeda russa caiu e as passagens áreas para Istambul, Tbilisi e Yerevan esgotaram em poucos minutos.

Os bilhetes para os voos Moscovo-Belgrado operados pela Air Serbia, a única companhia aérea europeia, além da Turkish Airlines, que mantém voos para a Rússia apesar do embargo aéreo decretado pela União Europeia, estão esgotados para os próximos dias. Os outros destinos são a Turquia, Arménia e Georgia, países que mantêm ligações aéreas diretas de Moscovo.

O preço dos voos de Moscovo para Istambul ou para o Dubai aumentou em minutos antes de registar um novo máximo, atingindo os 9.200 euros por um bilhete de só de ida em classe económica.

De acordo com a CNN - Portugal, dados do Google Trends mostram um "aumento das pesquisas para Aviasales", um dos sites mais populares da Rússia para a compra de bilhetes de voos.

Entretanto, a Aeroflot emitiu um comunicado dizendo que "não imporá restrições na venda de bilhetes por causa da mobilização parcial" anunciada.

O anúncio de Putin feito na televisão russa esta manhã levantou o receio de muitos cidadão russos que não sabem se vão ser chamados.

De acordo com fontes russas, também está prevista a mobilização de cidadãos estrangeiros a residir legalmente no país.

Entretanto, o ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, veio a público indicar que apenas serão chamados reservistas com experiência militar, perfazendo um total de 300 mil, o número também avançado por Putin.

(Notícia atualizada às 17h15)

*com Lusa

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.