O ministério austríaco do Negócios Estrangeiros anunciou esta segunda-feira que impediu a entrada no país do ministro da Economia turco, Nihat Zeybekci, para participar numa manifestação por ocasião do primeiro aniversário da tentativa de golpe na Turquia.

"A entrada foi proibida porque a sua visita não foi planeada como parte de um intercâmbio bilateral, e sim para a sua aparição pública num ato de recordação da tentativa de golpe", afirmou o porta-voz da diplomacia austríaca, Thomas Schnoell, para quem a presença de Zeybekci representaria um "perigo para a ordem pública".

As relações entre o governo de Ancara e a União Europeia foram abaladas pela repressão após a tentativa frustrada de golpe de Estado em julho do ano passado contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

No início do ano, vários países, incluindo Áustria e Alemanha, proibiram manifestações a favor de Ancara antes de um polémico referendo em abril que ampliou os poderes de Erdogan.

Ministros do governo turco viajaram para várias países da Europa em busca de apoio ao 'Sim' entre os milhões de eleitores turcos que moram no exterior.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.