Numa reportagem emitida hoje à noite pela estação televisiva, o autarca de Manaus, capital do Estado do Amazonas, afirmou que endereçou um vídeo ao primeiro-ministro português, que disse conhecer pessoalmente e a quem pediu ajuda, a que "tem faltado do Governo Federal" brasileiro.

Arthur Virgílio Neto reportou uma "situação de desespero", de "falta de meios para enfrentar convenientemente" a doença.

O Estado do Amazonas é um dos mais afetados no Brasil pela pandemia da covid-19, com 5.723 infetados e 476 mortos, de acordo com as estatísticas oficiais mais recentes.

Segundo dados do Ministério da Saúde brasileiro, o país contabiliza 91.589 casos confirmados de infeção e 6.329 mortes.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a covid-19, doença respiratória aguda causada por um novo coronavírus, já provocou mais de 241 mil mortos e infetou cerca de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.