De acordo com a convocatória do órgão máximo do CDS entre congressos, há um ponto único para a reunião: "eleições autárquicas 2017- apresentação, discussão e votação de acordos de coligação".

Fontes do partido indicaram à Lusa que haverá mais duas reuniões do Conselho Nacional até ao final do mês de julho para aprovar alianças pré-eleitorais para as autárquicas de 01 de outubro.

O Conselho Nacional reuniu-se em 17 de maio, aprovando 37 coligações, 27 das quais lideradas pelos centristas, incluindo Lisboa com MPT e PPM, e dez lideradas pelo PSD, como Braga.

Entre as 27 coligações lideradas pelo CDS-PP, 14 das quais são com MPT e PPM: Lisboa, Ílhavo, Freixo de Espada à Cinta, Oliveira do Hospital, Évora, Mourão, Albufeira, Lagoa, Celorico da Beira, Guarda, Mafra, Monforte, Nazaré e Ribeira de Pena.

Foram aprovadas duas coligações em que o CDS lidera em aliança com o PSD, Constância e Alcochete, e dez em que o PSD lidera: Vila Nova de Famalicão, Vizela, Cascais, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras, Valongo, Ourém, Montijo, Palmela e Braga (que inclui também o PPM).

O Conselho Nacional aprovou ainda três coligações CDS-PP/MPT, em Vimioso, Sabugal e Lourinhã, e duas CDS-PP/Nós Cidadãos, em Felgueiras e Ferreira do Zêzere, e uma coligação CDS-PP/Nós Cidadãos/PPM, em Vila Nova de Foz Côa.

Em Monchique, Silves, Fronteira e Marvão o CDS lidera coligações com o PPM e em Portimão encabeça uma coligação CDS-PP/PSD/MPT/PPM.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.