O capitão Santos Arrabaça explicou que o alerta para a queda do pescador, de nacionalidade romena, foi dado às autoridades este sábado pelas 12:30, aproximadamente cinco horas após o momento da queda, de acordo com o testemunho de um amigo que estava no local.

A testemunha, um pescador moldavo com cerca de 70 anos, terá alertado a companheira do desaparecido, relatando que o homem terá escorregado no caminho e caiu ao mar.

O alargado período sem aviso às autoridades e depoimentos confusos motivaram o pedido de intervenção da Polícia Judiciária, que está a investigar as causas do desaparecimento e queda do pescador romeno, com cerca de 56 anos.

Após o alerta, foram iniciadas buscas por terra, por mar e subaquáticas mas "sem sucesso", explicou o capitão Santos Arrabaça, observando que hoje a área de buscas foi alargada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.