Os vencedores da edição deste ano do concurso Empreendedorismo nas Escolas 2018-2019 foram conhecidos este sábado, 25 de maio, numa cerimónia que decorreu na sede da Comunidade Intermunicipal do Oeste. A iniciativa destinou-se aos alunos do 1.º 2.º e 3.º Ciclos, ensino secundário e profissional, inscritos em estabelecimentos da Região Oeste. Sob o mote “Economia Circular”, os projetos ou ideias de negócio deveriam ter como objetivo a promoção da redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia.

No concurso participaram 468 alunos, que apresentaram 146 projetos para análise, dos quais foram escolhidos 12 finalistas. Para além disso, revela a OesteCIM em comunicado, mais de 4 mil alunos participaram nas sessões de estímulo ao empreendedorismo nas escolas e workshops.

Ao 1.º Ciclo foram atribuídos três primeiros prémios aos projetos 'Barco Anti-Poluição''De mãos dadas' e 'Trocaris'. Um "pequeno barco" que "aspire o lixo para que os animais possam viver saudáveis", cujos clientes seriam as autarquias locais, foi a ideia que premiou Ijardo Framen, da E.B.I Santo Onofre (Caldas da Rainha). Um banco de roupa ou calçado proveniente da comunidade escolar e que reverteria "a favor dos alunos carenciados e com poucos recursos" distinguiu Carolina Grácio, Mariana Garcia, Sara Martins e Simão Jerónimo da EB1 da Murteira (Cadaval). Por fim, uma plataforma que permitiria aos produtores agrícolas registarem-se quando tivessem excesso ou falta de produtos, "facilitando a troca dos mesmos", valeu a Diogo Domingos, Duarte Varela, Laura Gomes e Tomás Martins, da EB1 de Painho (Cadaval) outro do primeiros prémios.

No 2.º Ciclo, o projeto vencedor foi ‘Húmus’, de Santiago Rodrigues dos Santos e Afonso Almeida Gama, da EB Santo Onofre (Caldas da Rainha). A ideia destes alunos visava produção de adubo através de contentores de lixo orgânico doméstico espalhados pela cidade e freguesias do concelho.

Já no 3.º Ciclo, o projeto vencedor foi ‘Leaf Life’, de Júlia Baptista, Maria Esteves, Maria Paulino e Rita Ascenção, da Escola Básica e Secundária de São Martinho do Porto (Alcobaça). Esta ideia tinha como objetivo a utilização de material vegetal para produzir um polímero semelhante ao plástico.

Quanto ao Ensino Secundário venceu o projeto ‘Ecolocation’, de Íris Calinas, Joana Oliveira, Mariana Coelho e Caterina Vinnitcaia, da Escola Básica e Secundária de São Martinho do Porto (Alcobaça). Estes alunos criaram uma aplicação, a 'ecolocation app', "que informa os habitantes quais os ecopontos cheios ou vazios, na sua área de residência ou localização atual, através de sensores incorporados nos ecopontos".

Para além dos prémios aos alunos foram, igualmente, atribuídos prémios aos Municípios:

  • Município Mais Empreendedor - Caldas da Rainha;
  • Município Mais Criativo - Alcobaça;
  • Professor Mais Empreendedor - Professoras Susana Silva, da E.B Santa Catarina (Caldas da Rainha), e à Professora Aida Santos, do Agrupamento de Escolas do Cadaval;
  • Escola Mais Empreendedora -  A.E.S. Martinho do Porto, A.E. Cadaval, A.E Carregado e Externato de Penafirme (Torres Vedras);
  • Escola Mais Criativa - Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste e Escola Secundária Raul Proença (Caldas da Rainha).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.