“Se o Governo teve condições para decidir um conjunto de medidas para o metropolitano na cidade de Lisboa, com certeza também terá as mesmas condições para decidir a expansão para o concelho de Loures”, afirmou, à agência Lusa, o autarca de Loures.

As declarações de Bernardino Soares (CDU) surgem em resposta às declarações do deputado do PS Ricardo Bexiga, que disse hoje de manhã, no parlamento, que a aplicação do investimento em transportes públicos “não é hoje competência do Governo, mas sim competência das áreas metropolitanas”.

Esta manhã, o parlamento discutiu uma petição e cinco projetos de resolução que defendem a expansão do metropolitano de Lisboa para o concelho de Loures.

“O resultado dessa discussão foi muito positivo e teve um acolhimento generalizado. O que é expectável é que o texto final consagre a expansão do metro para Loures como prioridade”, sublinhou.

O Governo anunciou em maio de 2017 que o Metropolitano de Lisboa irá ter mais duas estações - Estrela e Santos -, num investimento de 210 milhões de euros até 2023.

Estão ainda previstas novas estações nas Amoreiras e em Campo de Ourique, embora nestes dois casos sem uma data prevista de conclusão.

De acordo com o plano de desenvolvimento operacional da rede, em Lisboa está prevista uma ligação da estação do Rato (atual Linha Amarela) ao Cais do Sodré (Linha Verde), com duas novas estações na Estrela e em Santos.

Contudo, o atual traçado da Linha Amarela, que liga as estações de Odivelas ao Rato, irá, segundo o novo plano, sofrer alterações de percurso e passará a integrar também a estação de Telheiras (Linha Verde).

Assim, segundo o novo plano, a Linha Amarela passará a ligar Odivelas a Telheiras (com desvio no Campo Grande) e as restantes atuais estações que fazem parte desta linha (Cidade Universitária-Rato) passarão a fazer parte da Verde, que irá assumir um trajeto circular.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.