Em relação ao número de infetados, o país sul-americano regista 1.884.967 casos confirmados, sendo que 20.286 desses foram contabilizados nas últimas 24 horas.

A taxa de letalidade da doença no país mantém-se nos 3,9%, momento em que 1.154.837 pacientes infetados já recuperaram da doença causada pelo novo coronavírus.

No momento, 657.297 infetados continuam sob acompanhamento no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Geograficamente, o sudeste brasileiro é a região mais afetada pela pandemia, com 647.352 casos diagnosticados e 33.036 mortes pela covid-19, sendo imediatamente seguido pelo nordeste, cujos casos confirmados têm aumentado nas últimas semanas, num total de 635.612 infetados e 23.610 óbitos.

O foco da pandemia é o Estado de São Paulo (sudeste), que concentra 374.607 dos casos confirmados do país e 17.907 vítimas mortais. Na segunda posição encontra-se o Ceará (nordeste), totalizando 137.206 pessoas diagnosticadas e 6.947 mortos.

O Brasil, com uma população estimada de 210 milhões de pessoas, tem hoje uma incidência de 34,7 óbitos e 897 casos da doença por cada 100 mil habitantes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 569 mil mortos e infetou mais de 13 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.