"Joguei os meus melhores anos no clube da minha infância, o Manchester United. Cresci com um grupo de jogadores britânicos", recordou, citando Ryan Giggs, Paul Scholes, Nicky Butt e os irmãos Neville, numa mensagem divulgada na sua página no Facebook.

"Aquela equipa conquistou troféus, mas tivemos mais êxito graças a um guarda-redes dinamarquês, Peter Schmeichel, à liderança de um irlandês, Roy Keane, e à habilidade do francês Eric Cantona", afirmou Beckham, que como integrante da equipa que era treinada por Alex Ferguson conquistou uma Liga dos Campeões, seis campeonatos e duas Taças da Inglaterra.

"Também tive o privilégio de jogar e viver em Madrid, Milão e Paris, com companheiros de toda Europa e do mundo", destacou, acrescentando que "estas grandes cidades europeias e os seus adeptos apaixonados receberam-me a mim e à minha família e deram-nos a oportunidade de desfrutar das suas culturas e populações únicas", recordou o ex-capitão da seleção inglesa.

"Vivemos num mundo vibrante e conectado, no qual unidos somos mais fortes. Pelos nossos filhos e pelos filhos dos nossos filhos deveríamos enfrentar os problemas do mundo juntos, e não sozinhos. Por estas razões, votarei a favor da permanência na UE", concluiu.

Beckham une-se assim à escritora J.K.Rowling, ao empresário Richard Branson e aos atores Ian McKellen e Idris Elba na lista de personalidades a pedir voto a favor da UE. Do outro lado, os atores Michael Caine, John Cleese e o cantor Roger Daltrey pedem o voto pela saída do bloco europeu.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.