No estudo desenvolvido para a eDreams ODIGEO, empresa de viagens online do mundo, pela YouGov, empresa britânica de pesquisa de mercado, concluiu-se que 53% dos britânicos não acredita que devam ser impostos vistos a turistas comunitários, enquanto 47% teme que lhes seja imposta essa burocracia para viajarem para o estrangeiro.

Portugal é o 6.º destino de todo o mundo mais procurado pelos turistas britânicos, segundo dados apresentados pelo Turismo de Portugal, que estima que até 2019 esta procura terá um crescimento médio anual de 3,4%.

O Algarve lidera as preferências dos britânicos, (67%), seguindo-se a Madeira (20,2%) e Lisboa (8,3%).

A livre circulação prevista para cidadãos da UE deixará de vigorar a partir de 29 de março de 2019, pelo que o Reino Unido poderá impor vistos, como já o faz a pessoas de fora da comunidade europeia.

Se o sistema de visto pago for introduzido, 49% dos inquiridos defende que o preço para os viajantes europeus e para os britânicos deveria ser idêntico.

À questão sobre os motivos para que o visto para europeus fosse gratuito ou barato, 62% respondeu com o “carácter acolhedor do Reino Unido” e 58% indicou que “seria mais benéfico para a sua economia”, enquanto 56% considerou que “fomentaria um bom relacionamento com outras nações da UE”.

Os mais jovens são os mais críticos quanto à introdução de um visto pago (62% contra o total de 53% global), enquanto por local de residência os londrinos, com 80%, defendem a isenção face 62% dos escoceses. “Por outro lado, no noroeste do país, até 45% dos inquiridos apoiaria esta medida”, lê-se no comunicado divulgado pela empresa de comercialização de viagens.

Em 2016 registou-se um crescimento de 25,54% de visitas de portugueses ao Reino Unido, chegando quase ao meio milhão.

A eDreams ODIGEO inclui as marcas eDreams, GO Voyages, Opodo e Travellink e o motor de busca Liligo e está presente em 44 mercados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.