Aires Pereira reagiu às notícias de sites especializados em tauromaquia que divulgam a realização de uma tourada na cidade, em junho deste ano, lembrando que desde 2018 o concelho, por decisão da Câmara, ratificada em Assembleia Municipal, decidiu proibir a realização de espetáculos tauromáquicos.

"Não recebemos qualquer pedido de licenciamento para espetáculos de tauromaquia, mas se surgirem a Câmara vai pronunciar-se prontamente", começou por dizer o presidente da autarquia.

Aires Pereira afirmou que "toda a gente sabe a posição que a Câmara e a Assembleia Municipal tomaram sobre o assunto", apontando que caso surja um pedido de licenciamento de uma corrida de touros no concelho, a decisão "não pode ser outra senão rejeitar".

"Só posso achar estas notícias difundidas como uma provocação. Mas cá estaremos para dar as respostas adequadas, na altura certa", vincou o presidente da Câmara da Póvoa de Varzim.

Recorde-se que, em junho de 2018, a Assembleia Municipal da Póvoa de Varzim aprovou uma proposta do executivo camarário para a interdição da realização, na área do município, de corridas de touros e outros espetáculos que envolvam violência animal.

No final dessa sessão, o presidente da autarquia, o social democrata Aires Pereira, considerou que "esta decisão parece ser a mais adequada para o tempo em que vivemos".

"Foi a vontade da maioria da representação política na Assembleia Municipal, e com a qual eu também concordo. O que me tem chegado, direta e indiretamente, é que há mais pessoas confortáveis com esta decisão, do que com a possibilidade continuarem a existir corridas de touros na Póvoa de Varzim", partilhou o autarca.

Na sequência desta decisão do município da Póvoa de Varzim, a PróToiro - Federação Portuguesa de Tauromaquia, garantiu que iria "avançar com todos os meios legais contra a autarquia, contra o autarca e contra todos os que se associaram a este ataque vil à liberdade dos espetáculos culturais no concelho".

A Câmara Municipal prometeu, entretanto, reconverter a Praça de Touros da cidade num pavilhão multiusos, estando previsto que o projeto possa arrancar ainda este ano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.