De acordo com a nota divulgada, esta foi a décima iniciativa do género desencadeada pelo Departamento de Ambiente da Câmara do Funchal, que envolveu 25 trabalhadores, apoiados por uma viatura ligeira de caixa aberta e equipamentos diversos (sopradores e rocadeiras).

No âmbito desta iniciativa, foram realizadas campanhas de limpeza em 12 bairros sociais do concelho, nomeadamente no Bairro da Nazaré, Bairro da Ribeira Grande, Bairro da Quinta Josefina, Bairro do Hospital, Bairro da Quinta Falcão, Bairro dos Viveiros, Bairro das Romeiras, Bairro de Santo Amaro, Bairro do Canto do Muro, Bairro da Ajuda, Bairro do Galeão e no Bairro do Pico dos Barcelos, refere a mesma informação.

O município destaca que este ano houve um “reforço da operação municipal de limpeza dedicadas, em específico, aos bairros sociais e à sua zona envolvente”, que resultaram na recolha de cerca de 14 mil quilos de resíduos.

A vice-presidente da Câmara do Funchal, Idalina Perestrelo, responsável pelo pelouro do Ambiente e Espaços Verdes, salienta “a regularidade com que estas ações de limpeza específicas têm sido desencadeadas, no sentido de manter os bairros limpos e arranjados, e de modo a reforçar a resposta a todas as necessárias questões de higiene e limpeza inerentes a grandes aglomerados populacionais como estes”.

A autarca defendeu ser necessário, em paralelo, prosseguir o trabalho de consciencialização dos moradores e outros cidadãos para a importância de “manter limpos os espaços de partilha comum, como escadas, corredores e jardins, aliando a isto a colocação do lixo nos ecopontos corretos”.

Idalina Perestrelo sublinha que este tipo de ações de limpeza tem por alvo, “não só o interior dos bairros, mas também toda a zona envolvente”, uma intervenção que passa pelo corte de ervas e mato seco, entre outros.

A responsável municipal realçou também a importância da “promoção das boas práticas, de modo a que todos contribuam para a preservação e proteção do Meio Ambiente e para que as pessoas tenham cada vez mais vontade e razões para fazer a diferença nos seus hábitos do dia-a-dia”.

Ainda mencionou que a realização destas campanhas complementam o trabalho desenvolvido todas as semanas de “recolha de resíduos depositados nos contentores ou compactadores, a lavagem e desinfeção de contentores, a recolha de monstros (resíduos de grandes dimensões), a desratização, e ainda a varredura e monda dos arruamentos públicos”.

Idalina Perestrelo anunciou que estão previstas mais cinco campanhas de limpeza nos bairros sociais este ano.

“Ao apostarmos na limpeza e na melhoria da imagem e higiene urbana dos bairros estamos, não só a zelar pela qualidade de vida dos nossos utentes, o que é sempre o objetivo primordial, mas também pela imagem da cidade”, concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.