Na noite de domingo, o primeiro-ministro Justin Trudeau indicou numa mensagem na rede Twitter que o seu governo continuava disposto a "tentar melhorar as condições de vida dos nativos". O chefe do povoado de Attawapiskat, Bruce Shisheesh, alertou para a proliferação de tentativas de suicídio na sua reserva de 2.000 pessoas, isolada no norte de Ontário, perto da Baía de James. Segundo Shisheesh, citado pela rádio pública Radio Canadá, houve quase uma centena de tentativas de suicídio nos últimos seis meses, com agravamento nas últimas semanas. Em março, foram reportadas 28 tentativas e nos primeiros 9 dias de abril ocorreram 11 tentativas de suicídio, disse o líder indígena. 

Charlie Angus, membro local do Partido Democrático (NPD, esquerda), pediu uma ação vigorosa dos responsáveis pelos serviços sociais e de saúde do governo liberal. A ministra da Saúde, Jane Philpott, manifestou-se "profundamente entristecida" pela multiplicação das tentativas de suicídio e disse no domingo que os seus funcionários e os interlocutores sociais trabalhariam "para encontrar soluções".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.