A decisão foi anunciada na Assembleia Geral da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, que decorre até sábado, em Bogotá, na Colômbia.

Os tradicionais mascarados do Entrudo Chocalheiro da aldeia do concelho transmontano de Macedo de Cavaleiros passam a estar integrados numa lista mundial onde Portugal já tem o Fado, o Cante Alentejano, a Dieta Mediterrânica, a Falcoaria e os chamados “Bonecos de Estremoz”.

As “Festas de Inverno Carnaval de Podence” foram a única candidatura selecionada pelo Governo português para representar Portugal nesta que é a XIV reunião do Comité Internacional da UNESCO, o organismo das Nações Unidas para a Ciência, Cultura e Educação.

“É o ponto alto de uma caminhada iniciada em 2014 sob a excelente batuta da Patrícia Cordeiro, que coordenou todo o processo, em conjunto com António Carneiro”, salienta, citado num comunicado enviado às redações, o presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues, que se encontra em Bogotá a acompanhar a comitiva da autarquia, que está a participar nos trabalhos.

A autarquia anunciou o feito na sua conta oficial de Facebook.

"O apoio do município a esta candidatura foi total, mas o mérito de todo o trabalho é de quem não deixou morrer uma tradição secular em Podence e de quem compilou todas as informações necessárias para entregar" a candidatura , acrescenta o autarca.

A candidatura dos Caretos de Podence a Património Cultural Imaterial da Humanidade foi considerada “exemplar” pelo organismo das Nações Unidas que tutela as manifestações culturais consideradas como Património Imaterial da Humanidade.

O reconhecimento quer rimar com crescimento

"Com a classificação do Entrudo Chocalheiro como Património da Humanidade tudo devemos fazer para preservar e fortalecer uma tradição única no nosso território, mantendo aquela que é a essência das festividades de Inverno”, defende Benjamim Rodrigues.

O autarca adianta que “há vários projetos em mente e a própria Associação dos Caretos de Podence já desafiou o arquiteto Souto Moura para a elaboração de um projeto de arranjo urbanístico da rua onde tudo acontece e do largo da Queima do Entrudo, bem como de um Museu do Careto”.

O arquiteto vencedor de um Prémio Pritzker já está a analisar a proposta, adianta o comunicado.

“Não deixamos de ter os olhos postos no futuro, que vamos preparar de forma estruturada e com serenidade. Mas o momento agora é de festa e de celebração”, assegura Benjamim Rodrigues, que admite alguma ansiedade para regressar a Podence, segundo se pode ler no comunicado. “A comitiva na qual me integro chega a Portugal no próximo domingo e estamos muito ansiosos por abraçar todos os caretos e, como é natural, iremos preparar uma receção aos Caretos de Podence nos Paços do Concelho no próximo dia 15 de dezembro”, assegura o presidente da autarquia.

(Última atualização às 17h07)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.