Craig Deare, que era diretor do Conselho de Segurança Nacional para o continente americano, foi despedido na sexta-feira após criticar duramente Trump e os seus assessores mais próximos durante uma mesa redonda fechada à imprensa no Centro Wilson e perante um grupo de académicos, segundo fontes do Politico.

Um dos alvos das críticas de Craig Deare foi o principal estratega de Donald Trump, Steve Bannon, assim como a filha mais velha do Presidente, Ivanka Trump, e o seu marido, Jared Kushner, que é um dos principais assessores de Donald Trump.

Além disso, queixou-se de que os altos assessores de segurança nacional, como ele próprio, não têm acesso ao Presidente e ofereceu uma “detalhada e embaraçosa” descrição da última conversa entre Trump e o Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, a 27 de janeiro.

O despedimento do assessor acontece no meio de uma tormenta política no Conselho de Segurança Nacional, após a demissão, na segunda-feira, do assessor principal de Segurança Nacional de Donald Trump, Michael Flynn.

A renúncia aconteceu após ter sido demonstrado que enganou o vice-Presidente norte-americano, Mike Pence, e outros altos cargos do governo sobre o conteúdo dos seus contactos com o governo russo, através do embaixador acreditado em Washington.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.