“A mulher aliciava e distraía as vítimas, utilizando como móbil a prostituição, e o seu parceiro, na melhor oportunidade, atacava violentamente os ofendidos, roubando os seus pertences, essencialmente carteiras e telemóveis”, descreve, numa nota, a PSP, salientando que foram acusados de cinco crimes de roubo qualificado e que foram identificadas várias vítimas.

As vítimas, moradores ou trabalhadores na zona, “viam-se despojadas de seus bens sem poderem reagir, pelo nível de violência exercida, sendo que todos eles ficaram com mazelas físicas na sequência dos roubos”, acrescentou a PSP.

Depois da detenção, na sequência de mandados de detenção por autoridade de polícia criminal, o casal foi ouvido em primeiro interrogatório judicial.

O homem, com antecedentes criminais semelhantes, ficou em prisão preventiva e a mulher sujeita a apresentações semanais às autoridades.

No mesmo dia, a PSP deteve, também em Santa Maria Maior, dois homens, de 24 e 52 anos de idade, por suspeita de tráfico de droga.

O suspeito mais novo entregou embalagens de droga ao outro suspeito, para que as vendesse aos consumidores sob o seu controlo, na zona do Intendente.

Aquando da detenção, a PSP apreendeu 100 doses individuais de droga e 112,70 euros.

O suspeito mais novo vai aguardar julgamento em prisão preventiva, acrescentou a PSP. O jovem “está há muito conotado com a venda direta de estupefacientes, exercendo esta atividade ilícita nas zonas do Martim Moniz, Mouraria e Intendente, com uma rede comercial organizada quase 24 horas por dia, tendo já sido detido este mês, na zona do Benformoso, pela mesma conduta”.

Na terça-feira, a PSP deteve um homem 42 anos por ser suspeito de 10 crimes de furto qualificado a turistas em transportes públicos.

O homem foi seguido desde a zona dos Prazeres e detido na Baixa, após ter furtado um telemóvel da mala de uma turista.

“O detido já se encontrava a ser investigado há cerca de um ano, sendo esta, pelo menos, a sua décima vítima, todas de nacionalidade estrangeira, em ilícitos que lhe permitiram arrecadar perto de 10 mil euros em bens subtraídos. As investigações irão continuar por se suspeitar existirem suspeitas de que possa ter praticado outros furtos”, descreveu a PSP.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.