Quim Torra nomeou os novos conselheiros após o Governo ratificar a sua recusa em publicar o decreto de nomeação do executivo anteriormente proposto, com base num relatório encomendado aos serviços jurídicos do Estado.

Jordi Turull e Josep Rull estão detidos, enquanto Lluís Puig e Toni Comín estão exilados na Bélgica.

Segundo a Generalitat (governo regional), Elsa Artadi, que estava no decreto de nomeação como conselheira das Empresas e Conhecimento e porta-voz do Governo, será agora a conselheira da presidência e porta-voz, em substituição de Jordi Turull.

Alba Vergés será a nova conselheira da Saúde, em substituição de Toni Comín, Damiá Clavet ocupará o cargo no Território e Sustentabilidade em vez de Josep Rull e Laura Borrás assumirá a Cultura, no lugar de Lluís Puig.

Já Maria Àngels Chacon fica com os Negócios e Conhecimento, substituindo Artadi.

O presidente catalão, Quim Torra, adiou a tomada de posse do seu Governo face ao bloqueio por Madrid à nomeação de membros do executivo regional que estão detidos ou exilados.

Em comunicado, Quim Torra, denunciou “o bloqueio do Governo espanhol” de Mariano Rajoy e anunciou ter pedido à sua administração para “estudar medidas legais que possam ser tomadas”.

Madrid, que controla a administração regional desde a declaração de independência de 27 de outubro, recusa-se a avalizar o decreto de nomeação do executivo catalão, assinado no sábado por Quim Torra.

A entrada em funções de um Governo regional é a condição indispensável para o levantamento da supervisão do governo central sobre a Catalunha.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.