“A CDU não pode deixar de considerar que esta decisão peca por tardia. E que apenas foi tomada face à denúncia pública efetuada pela CDU, bem como ao trabalho consequente que desenvolveu com vista a que esta decisão […] seja tomada no seio dos órgãos democraticamente eleitos, permitindo que estes assumam as suas responsabilidades perante os seus eleitores – mecanismo fundamental da democracia”, sustenta a CDU/Porto em comunicado.

No domingo passado, a CDU anunciou que iria tomar medidas para que fossem os órgãos autárquicos do Porto a decidir sobre uma eventual concessão do Coliseu, criticando Rui Moreira por “menosprezar” os outros eleitos.

Num comunicado então divulgado, a CDU “manifestou publicamente o seu repúdio” pelo facto de o presidente da Câmara Municipal do Porto, naquilo que considerou ser “um ato de profundo menosprezo pelos órgãos municipais (Câmara e Assembleia)”, ter anunciado “a decisão de apoiar a concessão a privados do Coliseu do Porto, na sequência de uma reunião do Conselho Municipal de Cultura”.

Adicionalmente, a CDU anunciou “a intenção de, ao abrigo das disposições legais, assegurar que os órgãos municipais se pronunciassem sobre esta decisão, dada a importância do Coliseu na vida da cidade”, numa posição que tinha já sido defendida pela vereadora comunista Ilda Figueiredo na reunião da câmara de 10 de fevereiro.

“Nesse sentido, na reunião da Comissão de Apoio à Mesa da Assembleia Municipal que se realizou no passado dia 27 de fevereiro, o representante do Grupo Municipal da CDU abordou a questão, tendo sido aprovado que os Grupos Municipais do PS, do PSD, da CDU, do BE e do PAN, ao abrigo da disposição legal que permite a um terço dos deputados municipais convocarem, potestativamente, uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal, iriam formalizar o pedido de convocatória de uma sessão para ‘Analisar a situação do Coliseu do Porto’ – pedido que foi formalizado no dia 28”, recorda.

Entretanto, na passada sexta-feira, Rui Moreira anunciou que vai levar o assunto à reunião do executivo de dia 09 de março, para apreciação da posição a assumir pelo município na Assembleia Geral da Associação de Amigos do Coliseu do Porto, marcada para dia 13 e onde será debatido o futuro desta emblemática sala de espetáculos do Porto.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.