Cerca de 11 mil recenseadores começam hoje a entregar as cartas nas caixas de correio dos agregados familiares, que deverão começar a responder em censos2021.ine.pt a partir de 19 de abril, o dia censitário a que se devem referir todas as respostas.

Até 3 de maio, os cidadãos podem também responder aos questionários pela Internet ou pelos meios alternativos disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que incluem o número de telefone 210542021.

Em comunicado, o INE salienta a resposta aos Censos 2021 pela Internet "permite uma abordagem fácil, segura e rápida para os cidadãos" e que no "atual contexto epidemiológico, este modo de recolha de dados reveste-se da maior relevância, tendo em conta que minimiza os contactos entre recenseadores e a população".

Para as situações em que a resposta pela Internet não seja possível, existem outros modos de resposta, nomeadamente:

  • Telefone, para grupos da população com maior dificuldade na resposta pela Internet ou impedidos de contacto presencial;
  • e-balcão nas Juntas de Freguesia, mediante as condições de acessibilidade locais e em função da respetiva situação de saúde pública;
  • Autopreenchimento dos questionários em papel, entregues pelos recenseadores, que cumprem um rigoroso Protoloco de Saúde Pública.

O INE esclarece ainda numa nota enviada às redações que salvaguardando as necessárias "adaptações em função do ritmo das respostas e das características da área geográfica e da sua população, será na fase de conclusão dos Censos, a partir de 31 de maio", que a "resposta resultará do contacto presencial dos recenseadores e apenas junto dos alojamentos que ainda não tenham respondido por outro modo".

Ao todo, estarão envolvidas na realização e tratamento dos dados do Censos 2021 cerca de 15.000 pessoas.

(Notícia atualizada às 09h:15)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.