“Queremos que Portugal seja reconhecido como um ‘hub’ internacional para a sustentabilidade” e “solo fértil” para este tipo de negócios, afirmou Sérgio Ribeiro, em declarações à agência Lusa.

Depois do evento, além da celebração de negócios entre participantes, a Planetiers pretende, também, conseguir fixar em Portugal entidades internacionais relacionadas com a sustentabilidade, acrescentou.

O evento de inovação sustentável Planetiers World Gathering decorre nos dias 22 de 23 de outubro, na Altice Arena, em Lisboa.

Devido à pandemia de Covid-19, o encontro vai acontecer em modelo híbrido, com parte dos oradores e participantes no espaço do evento, mas com a grande maioria do público a participar ‘online’.

Segundo o fundador e também presidente executivo (CEO) da Planetiers, cancelar o evento “era o pior erro que se podia fazer”, tendo a organização optado por “reinventar o formato”, o que acabou por garantir a representação de mais países, de forma remota.

Sérgio Ribeiro adiantou ainda que a iniciativa conta com a parceria do Turismo de Portugal e da Câmara Municipal de Lisboa.

“Interessava a todos apresentar algo, até porque Lisboa celebra este ano a Capital Verde da Europa”, apontou o CEO.

“A ideia sempre foi, desde o início, tentarmos criar um espaço que permitisse a inovação, espaço para comunicar, angariar investimento ou criar parcerias estratégicas”, sublinhou Sérgio Ribeiro.

Na escolha dos oradores, a organização seguiu dois critérios: “Queríamos um conteúdo que fosse real de sustentabilidade e que a capa fosse ‘cool’”, explicou o fundador do evento.

Entre os oradores convidados estão o laureado com o Prémio Nobel da Paz em 2007, Mohan Munasinghe, o fundador da Global Footprint Network e criador do conceito de Pegada Ecológica, Mathis Wackernagel, o investidor e conselheiro da Singularity University, David Orban, e Gustavo Carona, dos Médicos Sem Fronteiras.

De forma virtual, participam ainda antiga administradora da Agência de Proteção Ambiental norte-americana, Gina McCarthy, o autor do livro “There is No Planet B”, Mike Berners-Lee, o líder do povo Ashaninka da Amazónia, Brasil, Francisco Piyãko, o representante do movimento Extinction Rebellion Adam Woodhall, entre outros.

A organização espera a participação de 10.000 participantes, oriundos de mais de 50 países.

O objetivo do evento, que junta 100 oradores, mais de 70 expositores e ‘start-ups’ e 100 investidores, prende-se com o debate sobre soluções de longo prazo para garantir a proteção do meio ambiente e das condições sociais.

“Os organizadores do evento pretendem aumentar a consciência global sobre os desafios de sustentabilidade que o mundo enfrenta atualmente, como poluição, perda de biodiversidade e desperdício de alimentos, entre outros”, refere a organização, em comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.