O alerta foi dado às 12:59 e o fogo chegou a ser dado como dominado, no entanto o vento forte e cruzado reativou o incêndio que progride com alguma intensidade.

Segundo a fonte, a grande dificuldade no combate ao incêndio, que possui várias frentes, são precisamente os ventos cruzados.

O fogo aproximou-se da aldeia de Vilarinho de Parada, onde queimou alguns quintais e de onde algumas pessoas mais idosas foram retiradas para o centro da aldeia.

De acordo com a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), para o terreno foram mobilizados cerca de 200 operacionais, que contam com o apoio de 46 veículos, quatro meios aéreos e ainda máquinas de rasto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.