“Cerca de 10 pessoas estão em perigo em frente a Malta. Estamos em contacto com um grupo que foge da Líbia oriental num pequeno barco. Alertamos as autoridades, mas como sempre estão a ignorar todas as exigências de resgate”, escreveram nas redes sociais elementos daquele serviço, que atende pedidos de ajuda de migrantes no Mediterrâneo central.

Anteriormente, o Alarm Fone tinha anunciado que outros 70 migrantes, que estavam em perigo ao largo de Malta no sábado, estão agora em frente a Lampedusa.

“O grupo está no mar em perigo, ninguém foi ainda em seu auxílio. Estão apenas a 34 quilómetros da ilha, facilmente acessíveis a qualquer recurso de resgate. Mas, as autoridades preferem não ajudar”, acrescentou.

Desde o início deste ano, e até 12 de agosto, chegaram à costa italiana 45.664 migrantes, um aumento significativo comparado com os 32.782 que o tinham feito no mesmo período do ano anterior, segundo dados do Ministério do Interior italiano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.