“Atualizando o balanço quantitativo preliminar de atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros em razão das chuvas entre a noite de ontem e 13:30 [16:30 em Lisboa] desta segunda-feira na cidade de São Paulo, infelizmente, temos até o momento 12 óbitos e 4 feridos”, anunciou o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo na rede social Twitter.

Quatro pessoas morreram após o colapso de uma casa causado por um deslizamento de terra na cidade de Ribeirão Pires, município localizado na região metropolitana de São Paulo.

Duas crianças morreram após serem soterradas por deslizamentos de terra, uma na zona Sul de São Paulo e outra na cidade de Embu das Artes.

As outras seis vítimas da tempestade morreram afogadas em áreas atingidas por grandes inundações.

A tempestade causou enchentes em diferentes pontos da região metropolitana de São Paulo e vários bairros ficaram completamente cobertos de água depois de alguns rios terem transbordado.

Face aos estragos causados pelas chuvas, bombeiros e agentes da Defesa Civil tiveram que recorrer a jangadas insufláveis para resgatar vítimas isoladas.

O último relatório do Corpo de Bombeiros indicou que cerca de 78 árvores caíram na região metropolitana devido às chuvas e, embora não tenham causado vítimas, bloquearam ruas em diferentes regiões de São Paulo.

Ocorreram 76 deslizamentos de terra e 698 inundações em diferentes em São Paulo e municípios vizinhos.

A previsão é de que as chuvas continuem ao longo do dia e as autoridades locais estão em estado de alerta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.