O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta terça-feira, para as regiões Norte e Centro, céu com períodos de muita nebulosidade e ainda períodos de chuva ou aguaceiros, que podem ser localmente intensos e acompanhados de trovoadas.

Espera-se ainda vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante sul, sendo por vezes forte (até 40 km/h) nas terras altas, bem como neblina matinal. É ainda referida uma pequena descida da temperatura mínima no interior, bem como a descida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 14 graus Celsius (na Guarda) e os 21 (em Aveiro) e as máximas entre os 22 (na Guarda) e os 29 (em Évora e Beja).

Já na região sul é esperado céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir da tarde. Vão registar-se períodos de chuva fraca até meio da tarde, mais frequentes no litoral oeste.

O IPMA aponta a previsão de vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante sul, tornando-se do quadrante oeste a partir da tarde, sendo por vezes forte (até 40 km/h) nas terras altas. Regista-se ainda neblina ou nevoeiro matinal e uma pequena descida de temperatura.

Por sua vez, a zona da Grande Lisboa vai ter céu com períodos de muita nebulosidade e períodos de chuva fraca ou aguaceiros fracos até meio da tarde. O vento é fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante sul e há previsão de neblina matinal e de uma pequena descida da temperatura máxima.

O cenário repete-se no Grande Porto, com céu com períodos de muita nebulosidade e períodos de chuva ou aguaceiros, mais frequentes até meio da tarde. Prevê-se também vento fraco a moderado (até 25 km/h) do quadrante sul e neblina matinal.

Três concelhos do distrito de Bragança em risco máximo de incêndio

Os concelhos de Mogadouro, Miranda do Douro e Vimioso, no distrito de Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio, indicou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também 18 concelhos de Bragança, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Portalegre e Faro em risco muito elevado de incêndio.

Este risco, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.