A equipa do Instituto Indiano de Astrofísica também examinou a cratera deixada no chão após a queda do objeto. "A nossa equipa está a colher amostras do local e do objeto. Levarão alguns dias para determinar a sua origem", declarou à AFP um representante do instituto, que não quis ser identificado.

"Até ao momento não podemos confirmar se é um meteorito ou não", afirmou o representante.

O misterioso objeto caiu dentro de um campus universitário do distrito de Vellore, estilhaçando janelas de um prédio próximo e acabando por matar um motorista que estava a passar pelo local.

O reitor da universidade explica que ouviu um som fora do comum na tarde de sábado e correu para o local com outros funcionários.

"Ouvi um som muito anormal às 12H30 (hora local) e no céu havia um rastro branco de fumo... Vi um dos meus motoristas gravemente ferido", partilhou G. Baskar ao canal de televisão NDTV.

A polícia afirmou que os médicos encontraram fragmentos de rochas no corpo do motorista. O objeto, que foi levado pela polícia, age como um íman, o que indica que é feito de metal, informaram as autoridades.

Para os especialistas existem outras explicações possíveis para o incidente. Alguns acreditam que poderiam ser detritos de um foguete ou de uma nave espacial.

Os meteoros são partículas de poeira e rocha que usualmente ardem quando passam pela atmosfera da Terra. Os que não ardem na totalidade e chegam à Terra, passam a chamar-se meteoritos.

Vários meteoritos já chegaram à Terra, mas nunca se registou nenhuma morte na história recente devido ao fenómeno.  Em fevereiro de 2013, caiu um meteorito nos Montes Urais da Rússia, criando uma onda de choque que feriu 1.200 pessoas e atingiu milhares de casas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.