A coligação PSD/CDS-PP, encabeçada pelo social-democrata Pedro Calado (que saiu do Governo da Madeira para tentar recuperar o município para o partido), alcançou seis mandatos, com 46,95%, e a coligação “Confiança” (PS/BE/PAN/MPT/PDR) ficou com cinco mandatos, com 39,74%

Com este resultado, o PS perde uma presidência municipal que tinha conseguido em 2013, quando os sociais-democratas perderam pela primeira vez a liderança do Funchal em democracia. No atual mandato, a coligação “Confiança” tem maioria absoluta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.