Na sessão plenária inaugural, realizada na semana passada em Estrasburgo, o Parlamento já decidiu a constituição das 20 comissões – as dos Orçamentos, Assuntos Económicos e Monetários, Indústria, Investigação e Energia, Agricultura e Desenvolvimento Rural e Pescas são as que contam com mais eurodeputados portugueses -, que, agora, nas suas reuniões constitutivas de quarta-feira à tarde, elegerão os respetivos presidentes e vice-presidentes.

As grandes famílias políticas deverão recorrer à habitual ‘tática’ de criar um ‘cordão sanitário’, um bloqueio para evitar que forças eurocéticas e/ou de extrema direita cheguem à liderança de comissões parlamentares, cenário possível face aos resultados verificados nas eleições de maio passado.

Num encontro realizado há duas semanas, no qual cada grupo político anunciou, alternadamente e em função da sua representatividade, as presidências e vice-presidências que escolhiam como primeira opção, o novo grupo Identidade e Democracia (ID), ‘de’ Marine Le Pen e Matteo Salvini, ‘reclamou’ a liderança dos comités de Agricultura e Assuntos Jurídicos.

Sobretudo a possibilidade de o ID (que é a quinta maior bancada da assembleia) assumir a presidência da comissão parlamentar de Agricultura, que poderia ficar mesmo a cargo da líder da Frente Nacional francesa, Marine Le Pen, num contexto particularmente delicado, de negociações da reforma da Política Agrícola Comum (PAC), suscita desconforto entre as principais famílias democratas europeias, que deverão assim juntar-se para evitar a sua eleição.

Os mandatos dos presidentes das comissões parlamentares, assim como dos vice-presidentes (até um máximo de quatro por comissão) terão a duração de dois anos e meio (metade da legislatura).

O Parlamento conta com 20 comissões e duas subcomissões, todas responsáveis por um domínio político específico. As comissões examinam as propostas de legislação, designam equipas de negociadores para as conversações com os ministros da UE, adotam relatórios, organizam audições e escrutinam outras instituições da União.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.