Em comunicado, a chefe da diplomacia europeia sublinhou que a declaração conjunta do líder norte-coreano, Kim Jong-un, e do Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, traça “compromissos e medidas concretas” para a desnuclearização da Coreia do Norte.

Este compromisso escrito norte-coreano, que implica desmantelar as instalações do seu programa armamentista “na presença de especialistas de países relevantes”, é “um passo importante”, sustentou Mogherini.

“Esperamos que estes passos assegurem um progresso concreto em direção à instauração da paz e da segurança na península coreana, livre de armamento nuclear”, declarou.

A responsável da UE indicou que a cimeira entre as duas Coreias mostra que “a diplomacia é o caminho” e que a declaração conjunta assinada por ambos os líderes representa “passos concretos” no sentido do fim das hostilidades e eliminação dos riscos de guerra.

Reafirmou ainda que a UE está pronta para apoiar de todas as formas possíveis os esforços para a desnuclearização “completa, verificável e irreversível”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.