Segundo o presidente do Sindicato Nacional de Ensino Superior (SNESuCop), Gonçalo Leite Velho, “foi pedida e aceite” a extensão de prazos a diversas entidades do setor do ensino superior e ciência devido à situação criada pela Covid-19.

No entanto, Gonçalo Leite Velho disse à Lusa que existem outros problemas que teme não estarem a ser acautelados.

A opção pelo teletrabalho, como forma de tentar conter a disseminação do novo coronavírus, vai ter “impacto na produção científica” assim como problemas na publicação de artigos, disse à Lusa.

O professor lembrou que existem áreas de investigação que dependem de trabalho de laboratório ou de campo que, neste momento, não é possível realizar e que vai “afetar a produção académica”.

Por outro lado, os profissionais em teletrabalho, com filhos pequenos, têm muito mais dificuldades em produzir: “Com os filhos em casa não é fácil, porque há muito mais perturbações”, explicou à Lusa.

Perante esta nova realidade, Gonçalo Leite Velho alertou que é preciso acautelar o financiamento e futuro do sistema: “O pagamento dos projetos em curso, por exemplo, dependem da apresentação de resultados”, lembrou.

Para o representante dos professores e investigadores do ensino superior é preciso olhar para as regras de atribuição dos fundos estruturais e europeus. Em algumas instituições nacionais, as verbas da investigação representam entre 15% a 20% do orçamento global.

Por enquanto, o SENSup conseguiu alterar os prazos de concursos e projetos: o prazo do concurso de Projetos de IC&DT em todos os domínios científicos passa para 30 de abril e as datas do concurso de bolsas de investigação para doutoramento 2020 para 28 de abril.

Os prazos das candidaturas ao programa Erasmus+ foram alargados para 23 de abril, nomeadamente as parcerias estratégicas para o ensino escolar (KA201), ensino e formação profissional (KA202), ensino superior (KA203), educação de adultos (KA204) e intercâmbio escolar (KA229).

O prazo para submissão de candidaturas para a Carta Erasmus do Ensino Superior foi prorrogado para 26 de maio 2020.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.